marca4.png
icozap2.png

WhatsApp

icoemail2.png

E-mail

icoinsta2.png

Instagram

icoagenda2.png

Agendamento

icouva2.png

Encantos da Nossa Terra

01 (1).jpg

‘Série encantos de nossa terra’: “Com uma população estimada de 138.000 habitantes, Garanhuns dista 230 km da capital pernambucana, sendo o nono município mais populoso do estado e cidade polo de outros 32 municípios, concentrando em seu entorno cerca de 1.066.000 habitantes. Localizada no planalto da Borborema, na mesorregião do agreste pernambucano com altitude de 896m, chegando no ponto mais alto a 1030m, possui clima tropical de altitude, com temperatura variando entre 15 e 31 graus centígrados. Apresenta comércio diversificado, agricultura e pecuária relevantes e tem no turismo um importante fator de geração de emprego, renda e desenvolvimento. Apelidos: GUS, Cidade Serrana, Suíça Pernambucana, Cidade das Flores, Cidade Jardim, Terra dos Festivais e Cidade das sete colinas.” Aqui o portal da cidade retratado pelo artista plástico garanhuense Wando Pontes. @wando_artista_plastico

‘Série encantos de nossa terra’:“ É em Venturosa-PE, distante 58 km de Garanhuns, que encontramos o parque arqueológico da pedra furada: Um arco granítico gigantesco com aproximadamente 500m de extensão, sobre uma montanha de 50m de altura. A subida pela escadaria dura em média 30 minutos, sendo a vista do agreste e o pôr do sol absolutamente incríveis, atraindo visitantes de todos os cantos. Filmes como ‘O cangaceiro’ com Luiza Tomé, ‘Big Jato’ com Matheus Nachtergaele e o longa ‘A luneta do tempo’ com direção de Alceu Valença contemplaram a pedra furada como cenário. Uma verdadeira obra de arte esculpida pela natureza com figuras rupestres de aproximadamente 4.000 anos.” Foto: @pedrohenriquetorquato #pedrafuradaventurosa

02.jpg
04.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Distante 19 km de Garanhuns, o município de Caetés, juntamente com Paranatama, Pedra, Venturosa e Capoeiras fazem do agreste pernambucano um importante parque eólico do país. Na terra dos mandacarus, a 900m de altitude, ventos constantes garantem a nossa região uma fonte inesgotável de produção de energia limpa, num espetáculo deslumbrante, no topo da serra do tará.” Foto: @pedrohenriquetorquato #parqueeolicocaetes

‘Série encantos de nossa terra’:“ O relógio de flores em Garanhuns é um dos principais cartões-postais da cidade. Construído em 1979 tem quatro metros de diâmetro, sendo o único do norte-nordeste neste estilo. Funciona a cristal de quartzo e atrasa apenas um minuto por ano.” Aqui retratado pelo artista plástico garanhuense Wando Pontes. @wando_artista_plastico

03.jpg
05.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ O sonho de um menino pobre de morar num castelo atrai curiosos de terras distantes até Garanhuns. No Castelo de João Capão a palavra de ordem é superação, cada tijolo, cada detalhe nos trás a sensação de que jamais devemos desistir de nossos sonhos. Um simples encanador/eletricista conseguiu com muito esforço e refugo de construções cumprir a promessa que fez a sua mãe, ainda criança, de um dia construir um castelo igualzinho ao que vira num filme. Mais do que a construção em si, o maior legado que o Rei Capão nos deixou foi de perseverança, de seguirmos sempre em frente, mesmo quando tudo parece impossível!” Aqui retratado pelo artista plástico garanhuense Wando Pontes. @wando_artista_plastico #castelodejoaocapao

‘Série encantos de nossa terra’:“ O parque nacional do Vale do Catimbau abrange municípios do agreste e do sertão pernambucano, ficando a 115km de Garanhuns. Considerado o segundo mais importante parque arqueológico do país é uma área de extrema importância biológica e de preservação da caatinga, com pinturas rupestres e artefatos da ocupação pré-histórica datados de pelo menos 6.000 anos. São mais de 42 sítios arqueológicos que atraem inúmeros pesquisadores, inclusive do exterior. As formações geológicas são compostas de arenitos de diversas cores e tipos que datam mais de 100 milhões de anos. Apresenta cerca de 2.000 cavernas, sendo destino obrigatório para os amantes da arqueologia e trilhas ecológicas.” Foto: @dedajr @valedocatimbau_oficial

06.jpg
07.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Fundado em 1926, o Seminário São José em Garanhuns teve como primeiro reitor o erudito professor de português e latim, musicista e poeta monsenhor Magno Godoy. Teve alunos ilustres como Costa Porto, ex-ministro da Agricultura no governo Café Filho. O prédio de arquitetura clássica em tijolo aparente também funciona como hospedaria nos períodos de festivais na cidade. Na parte interna da construção vale a pena conhecer seus vitrais que são um espetáculo à parte.” Aqui retratado pelo artista plástico garanhuense Wando Pontes. @wando_artista_plastico. @seminariosaojosegaranhuns

‘Série encantos de nossa terra’:“ Você sabia que um dos maiores parques aquáticos do Nordeste está a apenas 30km de Garanhuns, na cidade de Saloá-PE? São 90.000 m2 de pura diversão! São várias as atrações para toda a família: Rio lento, navio pirata, piscina de ondas e vários toboáguas, entre eles o ‘pânico’ que é o 3º maior do país, garantindo momentos inesquecíveis para todas as idades. As opções de restaurante, preços justos, a beleza encantadora do local e a segurança oferecida nos convidam a um breve retorno ao Sundown Park!” @sundownpark

08.jpg
09.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Inaugurado em 2004 o Santuário da Mãe Rainha de Schoenstatt é um bálsamo para o espírito. Situado na colina do triunfo, uma das sete colinas de Garanhuns, nosso santuário faz ‘jus’ ao nome Schoenstatt que significa ‘Belo lugar’. Cercada de verde e jardins bem cuidados, a capelinha, uma réplica fiel da primeira erguida na cidade de Vallendar, na Alemanha, nos convida ao silêncio, a paz e a oração.” Foto: @walber_moura #santuáriodamãerainhagaranhuns

‘Série encantos de nossa terra’:“No município de Águas Belas, distante 82 km de Garanhuns, encontramos a tribo Fulni-ô, últimos remanescentes dos índios kariris. É a única tribo do Nordeste que conseguiu manter viva a sua própria língua, a iatê, graças a um ritual sigiloso chamado ouricuri em que eles se recolhem na aldeia entre os meses de setembro a dezembro. Neste período de reclusão a presença do ‘branco’ não é bem-vinda e eles cultuam, sem qualquer conforto da vida moderna, suas tradições. Suas terras são cortadas de norte a sul pelo rio Ipanema (fulni-ô significa povo que vive ao lado do rio) e no centro de sua aldeia há uma imensa árvore, considerada ‘Sagrada’ por eles. Integrantes da tribo fulni-ô participaram de gravações da novela Velho Chico, interpretando a si próprios. A época ideal para conhecer o povo fulni-ô é no primeiro dia do ouricuri, no início de setembro, onde há um ritual religioso que celebra este dia tão importante para este povo e onde podemos conhecer também sua rica cultura e seu artesanato.” Foto @tribofulnio

10.jpg
11.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Fundado em 1940 o Mosteiro de São Bento em Garanhuns chama a atenção pela arquitetura imponente em tijolo aparente. Tem claustro, cripta e capela com belos vitrais e um imenso painel do artista paulista Cláudio Patos. O mosteiro funciona como escola de formação de monges e possui uma estrutura de hospedaria paralela com permanente demanda, ideal para quem deseja os preceitos beneditinos da solidão interior para nascer o diálogo consigo mesmo e com Deus, que leva até os cumes do céu. Na lojinha monástica encontramos o resultado de sua produção artesanal de hóstias, licores, panetones e o bricelet, o famoso biscoito das freiras, além de obras sacras. Suas celebrações, acompanhadas de cantos gregorianos, nos enche de paz e conforta a alma.”

‘Série encantos de nossa terra’:“ A antiga estação ferroviária de Garanhuns, inaugurada em 1887, fez parte da criação da malha ferroviária de Pernambuco, segundo estado brasileiro a possuir malha ferroviária e o primeiro do Nordeste, colaborando para uma verdadeira revolução na economia, na cultura, na prestação de serviços e nos meios de comunicação de Garanhuns e região. Tombada pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco - FUNDARPE, a estação ferroviária funcionou até a década de 1960 e em 1979 foi restaurada e transformada no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, abrigando exposições, atividades culturais e o teatro Luiz Souto Dourado. O prédio preserva a arquitetura inglesa do século XIX. Em época de Festival de Inverno é aqui onde acontecem as apresentações teatrais.” Foto: @luilaera Fonte:FUNDARPE #centroculturaldegaranhuns @nosso_pernambuco

12.jpg
13.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ O Santuário de Santa Quitéria de Frexeiras, localizado em uma antiga fazenda de café no município de São João, distante 7km de Garanhuns, expressa muito bem a fé e a religiosidade popular. Apesar da falta de estrutura para o turista no lugarejo e alheio à disputa entre a igreja e a família que administra o Santuário, o local é repleto de experiências surpreendentes! A devoção à Santa teria começado desde o século XVII, quando a imagem fora trazida de Portugal pelos primeiros colonizadores. No início, índios e ex-escravos visitavam a localidade para venerar a Santa, o que ao longo dos anos foi se avolumando e hoje atrai milhares de romeiros de diversas partes do país. Vale a pena viajar nas salas de ex-votos pelas histórias, fotografias, desenhos feitos à mão, esculturas esculpidas das mais diversas formas e observar como as pessoas conseguem expressar de maneiras tão diferentes suas graças, crenças e tradições.“ Foto: #novosparanos

‘Série encantos de nossa terra’:“ Inaugurado em 2014 - ano do centenário de nascimento, Funciona no Instituto das Missionárias de N. Sra. de Fátima do Brasil, nas dependências do colégio CMA em Garanhuns, guarda a trajetória e relíquias de Dom Expedito Lopes. Quinto bispo de Garanhuns, Dom Expedito nasceu em 1914 na cidade de Sobral-CE. Recebeu a unção sacerdotal em Roma em 1938, sendo padre e professor do seminário de Sobral por 10 anos. Em 1948 foi sagrado bispo em Oeiras, no Piauí, sendo transferido para diocese de Garanhuns em 1954. Depois de desavenças com o pároco da cidade de Quipapá, padre Hosana, por um suposto romance deste com uma prima, foi alvejado pelo padre na porta do palácio episcopal de Garanhuns no dia 1º de julho de 1957, vindo a falecer horas depois no hospital da cidade. O fato causou grande comoção e repercussão nacional na época. Suas últimas horas de vida foram marcadas por profunda espiritualidade e perdão ao seu algoz. Vários são os milagres atribuídos por intercessão de Dom Expedito, sepultado na Catedral de Santo Antônio em Garanhuns, o que levou à abertura de processo de beatificação e canonização na Santa Sé, em Roma. O caso encontra-se no Vaticano, em análise pelo tribunal do Santo Ofício desde 2006. Nosso bispo Mártir tem seu nome reverenciado em todo o país, são ruas, avenidas, bustos e até uma cidade em sua homenagem no Piauí.” @memorialdomexpedito

14.jpg
15.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Sede da prefeitura de Garanhuns, o Palácio Celso Galvão foi inaugurado em 1943 com a presença ilustre do Ministro de Guerra do país, Eurico Gaspar Dutra, este que três anos depois seria o presidente do Brasil. Sua arquitetura pode ser incluída no universo art déco, com divisão clássica de base, corpo e coroamento escalonado. Em estudo feito pelo artista plástico pernambucano Edmilson Vieira, Garanhuns é um pedaço de art déco do Brasil. Em levantamento feito por ele o estilo está presente em residências como o casarão dos Tinocos e em outras tantas menores também catalogadas, na antiga sede da rádio jornal, no antigo cinema e em outros prédios públicos. Segundo ele a cidade não chega a rivalizar com o Rio de Janeiro, Goiânia ou Miami, mas medidas as distâncias e guardadas as proporções, nenhum entusiasta do estilo deve ficar alheio ao patrimônio de padrão geométrico que aqui se registra.” Foto: Carlos Terra. Fonte: Flagrantes do art déco nordestino em Garanhuns, Edimilson Vieira.

‘Série encantos de nossa terra’:“ Em sua trigésima edição o Festival de Inverno de Garanhuns é considerado hoje o maior evento multicultural da América Latina, trazendo um público de até um milhão de pessoas nos dez dias de sua edição. Patrimônio Cultural e Imaterial de Pernambuco, o FIG apresenta mais de vinte polos distribuídos por toda a cidade: Artes visuais, dança, audiovisual, circo, cultura popular, design e moda, fotografia, gastronomia, artesanato, literatura, música de todos os gêneros e teatro. Todos os eventos e apresentações do FIG são gratuitos, garantindo a todos o livre acesso à arte e à cultura, engrandecendo enormemente a nossa terra! Na foto temos a esplanada cultural Mestre Dominguinhos, com apresentações de artistas da Música Popular Brasileira.” Foto: @hiltonmarquesdelima @festivaldeinvernodegaranhuns

16.jpg
15.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Sede da prefeitura de Garanhuns, o Palácio Celso Galvão foi inaugurado em 1943 com a presença ilustre do Ministro de Guerra do país, Eurico Gaspar Dutra, este que três anos depois seria o presidente do Brasil. Sua arquitetura pode ser incluída no universo art déco, com divisão clássica de base, corpo e coroamento escalonado. Em estudo feito pelo artista plástico pernambucano Edmilson Vieira, Garanhuns é um pedaço de art déco do Brasil. Em levantamento feito por ele o estilo está presente em residências como o casarão dos Tinocos e em outras tantas menores também catalogadas, na antiga sede da rádio jornal, no antigo cinema e em outros prédios públicos. Segundo ele a cidade não chega a rivalizar com o Rio de Janeiro, Goiânia ou Miami, mas medidas as distâncias e guardadas as proporções, nenhum entusiasta do estilo deve ficar alheio ao patrimônio de padrão geométrico que aqui se registra.” Foto: Carlos Terra. Fonte: Flagrantes do art déco nordestino em Garanhuns, Edimilson Vieira.

‘Série encantos de nossa terra’:“ Em sua trigésima edição o Festival de Inverno de Garanhuns é considerado hoje o maior evento multicultural da América Latina, trazendo um público de até um milhão de pessoas nos dez dias de sua edição. Patrimônio Cultural e Imaterial de Pernambuco, o FIG apresenta mais de vinte polos distribuídos por toda a cidade: Artes visuais, dança, audiovisual, circo, cultura popular, design e moda, fotografia, gastronomia, artesanato, literatura, música de todos os gêneros e teatro. Todos os eventos e apresentações do FIG são gratuitos, garantindo a todos o livre acesso à arte e à cultura, engrandecendo enormemente a nossa terra! Na foto temos a esplanada cultural Mestre Dominguinhos, com apresentações de artistas da Música Popular Brasileira.” Foto: @hiltonmarquesdelima @festivaldeinvernodegaranhuns

16.jpg
17.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Localizado no ponto mais alto de Garanhuns e um dos mais altos de Pernambuco, a 1030m de altitude, o mirante em forma de fortaleza e instalado numa das sete colinas da cidade, a do Magano, é pontuada por uma estátua de Cristo crucificado, esculpida pelo artista plástico Renato Pantaleão em 1954. O Cristo do Magano oferece uma das mais belas vistas de Garanhuns e é ideal para ser visitado no entardecer para se apreciar o pôr do sol e sentir o vento gelado e cortante da serra.” Foto: @garanhuns.suicapernambucana #cristodomagano

‘Série encantos de nossa terra’:“ Abrindo os festejos juninos do Nordeste, o Festival Viva Dominguinhos, em Garanhuns, além das apresentações nos polos musicais promove ações culturais que buscam perpetuar a história, os costumes e a arte nordestina. José Domingos de Moraes, o mestre Dominguinhos, nasceu em Garanhuns em 1941. O filho ilustre de Garanhuns foi instrumentista, cantor e compositor. Exímio sanfoneiro, Dominguinhos teve como mestres Luiz Gonzaga e Orlando Silveira e fez parcerias com grandes nomes da Música Popular Brasileira. O festival atrai um público estimado de duzentas mil pessoas à cidade em seus três dias de edição, com programação totalmente gratuita.” Foto: @hiltonmarquesdelima #vivadominguinhos #dominguinhos

18.jpg
19.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro: Inaugurada em Garanhuns em 1962 pela Congregação Redentorista, sendo sua torre sineira concluída apenas na década de setenta. Sua construção em cúpula ou domo com toques modernistas conferem a esta igreja uma importância arquitetônica. O panteão de Roma e a Catedral de Santa Maria del Fiore, em Florença, são as construções em domo mais famosas. Devido sua arquitetura é conhecida na região como Igreja do Cuscuz.” Aqui retratada pelo artista plástico garanhuense Wando Pontes. @wando_artista_plastico

‘Série encantos de nossa terra’:“ “A Magia do Natal em Garanhuns encanta cada vez mais turistas de todo o país. Durante mais de trinta dias o espírito natalino toma conta da cidade, seja na ornamentação das principais vias públicas e pontos turísticos, seja na apresentação de corais, encenações teatrais, Ballet, pastoris, xaxados e reisados, além dos desfiles do papai Noel que atrai milhares de turistas para o centro da cidade no entardecer dos sábados e domingos, cheios de música e coreografias encenadas por alunos da rede pública municipal.” Foto: @gleidson_lins #amagiadonatal

20.jpg
21.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ O Parque Euclides Dourado ou simplesmente Parque dos Eucaliptos é uma imensa área verde, ponto tradicional de lazer, práticas esportivas e eventos em Garanhuns. Ideal para passear com a família, abriga também o planetário da cidade, a biblioteca municipal, além de pistas de cooper e skate. Encontramos espalhadas pelo parque várias esculturas do artista plástico João Oliveira e um paisagismo bastante interessante e aprazível. Em época de Festival de Inverno abriga as apresentações circenses, som na rural e os palcos pop e do forró.” Foto: @gleidson_lins #parqueeuclidesdourado

‘Série encantos de nossa terra’:“ “O colégio Diocesano de Garanhuns, antigo Gymnásio de Garanhuns foi fundado em 1915 e representa um marco na educação de Pernambuco. A disciplina impecável e a eficiência do ensino, principalmente após 1938, quando assumia a direção do colégio o Monsenhor Adelmar da Mota Valença, fizeram fama do Diocesano em todo o Nordeste. Alguns faziam a migração inversa, vindos da capital estudar em Garanhuns. A história do Monsenhor Adelmar se confunde com a própria história do colégio, onde foi diretor por 44 anos. Pelas salas do Diocesano passaram alunos ilustres que se destacaram na Medicina, no Direito, na Engenharia e em outras diversas profissões, entre eles o cantor Alceu Valença, o ex-deputado Paulo Guerra(na época filho do governador do Estado), Carlos Wilson Campos, que foi Deputado, Senador e Governador de Pernambuco são alguns exemplos.” Aqui retratado pelo artista plástico garanhuense Wando Pontes. @wando_artista_plastico

22.jpg
23.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Uma fazenda no meio do nada no distrito de Poço Cumprido, zona rural de Correntes, a 46Km de Garanhuns. No salão do sítio Macuca o forró dita o ritmo, mas com 30 anos de tradição o maior destaque do evento é o cortejo e a energia que o envolve! De que horas sai o cortejo? Ninguém sabe! A concentração começa no povoado Baixa Grande, a poucos quilômetros do sítio Macuca. Há carros de bois no cortejo e o boi da Macuca, figura mítica e brincante é o símbolo da festa. Eis que surge em traje de capitão o Zé da Macuca e lá vai o cortejo com muitos estandartes, desta vez o forró dá passagem para o frevo. O caminho é longo, tortuoso e enlameado. Pela mata há uma sensação de catarse coletiva. Tem folguedo e um quê de surrealismo. O boi passa em frente a pequenas casas e cumprimenta os moradores, eles acenam, sorriem. O sol some e a luz é só de algumas lanternas. O cortejo é uma imersão cultural, um culto à tradição.” Texto extraído do Diário de Pernambuco. @diariodepernambuco Foto: @macuca.oficial

‘Série encantos de nossa terra’:“ O sítio histórico da Igreja de Nossa Senhora de Nazareth localizado na comunidade quilombola do Timbó em Garanhuns detém valor arqueológico, etnográfico e paisagístico, sendo o templo religioso mais antigo de Garanhuns. A imagem de Nossa Senhora de Nazareth teria sido trazida da Bahia por um escravo fugido do cativeiro entre 1650 e 1700. O escravo teria se juntado a outras famílias negras para erguerem a pequena Igreja em homenagem à Santa. A igrejinha do Timbó foi construída com tijolo artesanal e as telhas literalmente foram ‘feitas nas coxas’ e apresentam arabescos que podem remeter a símbolos tribais africanos.” Fonte: @carloseugenio597 e G1.globo.com Foto: @jornalcidade

24.jpg
25.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ O Parque Ruber Van Der Linden ou simplesmente Pau Pombo é uma pequena reserva ecológica no centro de Garanhuns. O engenheiro eletricista Ruber Van Der Linden foi o responsável por elaborar o plano de abastecimento de água e luz de Garanhuns nas primeiras décadas do século XX e no mesmo lugar onde ficava a sede da companhia criou o Parque com cobertura vegetal para proteger os mananciais, sendo considerado o primeiro parque com características verdadeiramente ecológicas do interior de Pernambuco. Na entrada do parque há um conjunto de colunas remetendo ao estilo Greco-Romano, ainda construído na época de Linden. No Festival de Inverno sedia o palco instrumental com apresentações de chorinho, jazz e música erudita, sediando também um dos polos do Filig - Festival Internacional de Literatura Infantil de Garanhuns que já está em sua quinta edição e é o único do gênero no Brasil.” Aqui retratado pelo artista plástico garanhuense Wando Pontes. @wando_artista_plastico. @filigfestival #figpalcoinstrumental

‘Série encantos de nossa terra’:“ O Sítio Arqueológico da Pedra do Navio, localizado no município de Paranatama-PE, distante 21 km de Garanhuns, dispõe de um rico grafismo rupestre que data aproximadamente 11.000 anos e marca a passagem do homem pré-histórico em nossa região. Destaca-se como patrimônio natural e histórico-cultural e está registrado no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Conta-se que durante a invasão holandesa um dos comandantes da ação por acreditar numa lenda da região que na ponta da pedra havia ouro, mandou dinamitar a pedra, mas não encontrou nada e ainda hoje o bico da pedra se encontra no local onde teria caído após a explosão. Os mais antigos dizem ainda que a pedra serviu de abrigo para Lampião e seu bando durante sua conturbada passagem por Serrinha, antigo nome de Paranatama.” Foto: @_laribarreto_

26.jpg
27.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Inaugurada recentemente em Garanhuns, a Indústria de laticínios Polilac tem toda uma estrutura voltada para o turismo rural. A fazenda adota o conceito das vinícolas que recebe o público interessado em conhecer todo o processo de produção. Oferece ainda aos visitantes a fazendinha com passeios de pônei, charrete e mini-zoo, além do seu empório e restaurante com delícias regionais. É a única empresa em Pernambuco atualmente a produzir o saudável leite tipo A.” @fazendapolilac #polilac

‘Série encantos de nossa terra’:“ A galeria de Artes Ronaldo White no SESC Garanhuns é um daqueles locais que você não pode deixar de visitar em sua próxima viagem a nossa cidade. Com exposições itinerantes como ‘A gravura de Lasar Segall’ ou ‘Caravana museu do homem do Nordeste’, sempre contribuindo para a formação de quem aprecia as diversas formas de expressão artística. O garanhuense Ronaldo White foi um virtuoso pianista/compositor e um astro do pincel, filho da talentosa professora de música e piano de Garanhuns Zulmira Henrique da Silva que transmitiu seu amor à arte a várias gerações de nossa cidade.” Foto: Emanuel da Costa

28.jpg
29.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ A Ermida de Santa Teresinha em Bom Conselho-PE, distante 49 km de Garanhuns, está localizada no ponto mais alto da cidade. Construída em 1935 é imponente e majestosa, com certo ar místico, proporciona uma visão panorâmica de toda a região. Bom Conselho, aliás, é um lugar que merece ser visitado, seja pelo simpático portal da cidade, seja pelas belas construções seculares da Igreja Matriz(1837) e do Colégio da Congregação Franciscana de Nossa Senhora do Bom Conselho(1853), seja pelos visuais fascinantes e ainda inexplorados turisticamente do planalto da Borborema.” Foto: @ojmoura #bomconselhopernambuco

‘Série encantos de nossa terra’:“ Com quase trinta anos de tradição o chocolate artesanal Sete Colinas é uma empresa familiar e motivo de orgulho para todo garanhuense. As delícias produzidas aqui levam o nosso nome para todo o Brasil! Tomar um chocolate quente num finalzinho de um dia frio no Sete Colinas é uma experiência obrigatória para todos que querem sentir a essência de Garanhuns. Neste templo do chocolate em cada canto um capricho, em cada doce um mundo de sabores! Um espetáculo à parte é observar os cartazes de todos os Fetivais de Inverno de Garanhuns, colecionados como troféus pelos proprietários.” @chocolatesetecolinas #chocolatesetecolinas

30.jpg
31.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Gonzaga de Garanhuns, titulado desde 2018 patrimônio cultural vivo de Pernambuco, sustenta o Reisado em nosso Estado. O agora mestre já dedicou mais de sessenta anos à brincadeira do Reisado e para estimular esta cultura popular é fundador de vários grupos. O nosso Luiz Gonzaga de Lima é bastante requisitado nas principais festividades de Pernambuco e busca sempre em seus projetos aproximar o jovem da dança como uma forma de perpetuar a tradição.” Foto: Beto Figueiroa/Santo Lima. #gonzagadegaranhuns

‘Série encantos de nossa terra’:“ O Colégio Presbiteriano XV de Novembro representa um marco na educação do interior de Pernambuco e tem suas origens antes dos idos de 1900 quando o casal de missionários norte-americanos William e Rena Butler resolveu ministrar a um grupo de jovens lições de diversas disciplinas, acobertados pelo sonho de vê-los educados e prontos para a vida. O projeto inicial foi crescendo e o Reverendo Martinho de Oliveira juntamente com outros professores fundaram em 1900 este gigante com quase 120 anos educando gerações e gerações. Em época de Festival de Inverno o Colégio XV abriga o polo Gospel.” Foto: @larissafernandeso @colegioquinze #colegioquinze

32.jpg
33.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ São Bento do Una-PE, distante 56 km de Garanhuns, organiza desde 1992 a tradicional Corrida da Galinha que atrai um público estimado em 200 mil pessoas. A festa se inspira na vocação do município, um dos maiores produtores do Nordeste de ovos (6 milhões/dia) e frango (60 mil quilos/semana). Na terra do irreverente Alceu Valença não poderia ser diferente: As competições ocorrem no galinhódromo que conta com ‘pinto stop’, torre de narração e até ‘rent a chicken’, com galinhas de aluguel para turistas e competidores de última hora. Como de costume os três primeiros colocados sobem ao pódio na grande final, enquanto o lanterninha ganha uma panela como prêmio. O evento conta com shows, atividades culturais, exposições e simpósios.” Fonte: @diariodepernambuco #corridadagalinha

‘Série encantos de nossa terra’:“ O espetáculo Jesus Alegria dos Homens chega a sua trigésima edição no alto do Magano em Garanhuns. A tradicional encenação da morte e ressurreição de Jesus Cristo está consolidada como um dos maiores espetáculos ao ar livre do interior de Pernambuco. A peça é executada em pouco mais de uma hora e atrai um público aproximado de 2 mil pessoas que enfrenta o frio da serra para assistir ao espetáculo que conta com aproximadamente 250 pessoas envolvidas entre atores, técnicos e coadjuvantes. O espetáculo é dirigido pelo teatrólogo Gerson Lima.” Imagem: @tvasabrancaoficial #tvasabrancaoficial #espetaculojesusalegriadoshomens

34.jpg
35.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ A Galeria de Artes Kadichari em Garanhuns é o espaço cultural da conceituada artista plástica Socorrinho Gueiros. Além de suas belíssimas peças a artista também promove em sua galeria exposições temporárias como a muito elogiada ‘Belezas de Garanhuns’, fomentando assim a cultura e criando oportunidades para novos talentos. Na galeria também funciona o ateliê da artista, são ministradas aulas de pintura e ainda há espaço para um pequeno brechó.” @socorrinhogueiros #galeriakadichari

‘Série encantos de nossa terra’:“ O Festival do Jeep de Garanhuns já está em sua XXIX edição, buscando incrementar o turismo e o intercâmbio de jipeiros da região Nordeste. Trata-se de um evento de grande repercussão com passeio ecológico, competição indoor e a famosa trilha do lobisomem com percurso de 85 km que vara a noite e a madrugada. O Festival do Jeep de Garanhuns é considerado um dos maiores do Nordeste no gênero e também faz parte do campeonato brasileiro de rally 4x4.” Foto: @eclesiobatista #trilhadolobisomem #festivaldojeepdegaranhuns

36.jpg
37.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Funcionando no Centro Tecnológico de Garanhuns - Instituto de Laticínios do Agreste, O Museu do Queijo Coalho, mostra os diversos aspectos de produção do queijo coalho, sua história, distribuição geográfica e processo de fabricação. É possível neste espaço entender como o leite e o queijo coalho passaram a constituir a cultura e a identidade de Pernambuco.” @museudoqueijocoalho

‘Série encantos de nossa terra’:“ O mundo de João Maquinista em Garanhuns é o primeiro parque de mundos em miniatura do Nordeste e um dos 12 existentes no planeta. Foi pensado e criado para proporcionar divertimento e conhecimento ao público que vai desde criança até o adulto, promovendo o saber através da ludicidade associada à divulgação cultural, histórica e patrimonial do mundo. O Mundo de Joao Maquinista é composto por 1.500 mini-habitantes, 400 edificações, 14 locomotivas, 1.100 árvores, 1.200 luzes, animais, carros, balões é muito mais.” Fonte: @vecgaranhuns #omundodejoaomaquinista #joaomaquinista

38.jpg
40.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ A Catedral de Santo Antônio em Garanhuns foi concluída em 1859. Em 1906 a fachada foi demolida e reconstruída da forma que se encontra hoje, quando inclusive foi colocada no alto da torre uma escultura de Santo Antônio, obra do escultor João Bina, de Quipapá. Sua arquitetura se assemelha ao clássico. Em 1918, com a criação da diocese de Garanhuns, a matriz de Santo Antônio é elevada a categoria de catedral. Na década de 1980 a igreja passou por nova reforma o que infelizmente descaracterizou muito o seu interior. Em época de Festival de Inverno a catedral abriga as apresentações de música clássica do Conservatório pernambucano de música e o Virtuosi na Serra. É na catedral também onde se encontra sepultado o nosso bispo mártir Dom Expedito Lopes.” Foto: @ojmoura #catedraldegaranhuns

‘Série encantos de nossa terra’:“ O espaço cultural Luís Jardim está localizado no largo do colunata, centro de Garanhuns. O local é destinado à realização de eventos programados ou espontâneos e tem ao fundo um imenso painel que retrata fatos marcantes da história de Garanhuns do artista garanhuense Armando Rocha. Luís Inácio de Miranda Jardim nasceu em Garanhuns em 1901 e foi um premiado escritor e pintor brasileiro. Grande amigo do sociólogo Gilberto Freire, mudou-se para o Rio de Janeiro em 1936. Em 1937 já recebia prêmios de literatura infantil com os livros ‘O boi Aruá’ e ‘O tatu e o macaco’. Ilustrou obras de Rachel de Queirós e foi redator de jornal na capital fluminense. Em época de Festival de Inverno é no colunata onde é montado o palco de cultura popular.” Extraído de texto de João Marques dos Santos Foto: imagem/fotolog

39.jpg
41.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Promovido pelo SEBRAE anualmente, o Festival Gastronômico de Garanhuns leva capacitação técnica aos restaurantes participantes que ao final dos cursos oferecem um prato com preço unificado e receita exclusiva para o deleite dos apreciadores da boa culinária. Basta você identificar os restaurantes participantes e fazer um tour gastronômico pela cidade! Com águas de fontes minerais, leite e queijos produzidos na própria região, bons ingredientes e uma confluência de influências européias, negras e da culinária indígena fazem de Garanhuns um interessante polo gastronômico. Aqui de tudo você encontra um pouco, do fondue à buchada de bode. Em relação a esta última iguaria, inclusive, o restaurante de ambiente simples ‘Buchada do Gago’ expõe orgulhosamente suas várias certificações do guia ‘Quatro Rodas’ como a melhor buchada de bode do país. Venha e se delicie com nossa rica gastronomia.” @buchadadogagogaranhuns @hoxsteakhouse @fogonatelhagaranhuns @estacaodafeijoadaofc @dompedroemporio @ojapagus @estacaodocura @terracogaranhuns @obotequimrelojoeiro @vila_rosa_cafe @temakhouse @restauranteorelojoeiro @restaurantechinapolo @chezpascalgaranhuns @varandagaranhuns @chalerestaurante @azevedorestdelivery @barrecantopaulista @labaredagrillchurrascaria @mercado_488 @tagliateliristorante Esquecemos de algum? Nos ajude a abrilhantar ainda mais esta página!

‘Série encantos de nossa terra’:“ O hotel Tavares Correia, fundado em 1927, é tombado pelo patrimônio cultural de Pernambuco em decorrência do seu valor histórico. Idealizado pelo médico José Alves Tavares Correia, o Instituto Médico-Cirúrgico Tavares Correia foi fundado em 1917, sendo três anos depois transformado em sanatório e mais tarde no famoso hotel que por décadas encanta e atrai hóspedes de todo o Nordeste. Com uma rede hoteleira instalada e em plena expansão, Garanhuns se prepara para receber novos investimentos neste setor.” @hoteltavarescorreia @hotelfazendalvorada @hoteldnyl @garanhunspalacehotel @hotelrealgaranhuns @hotelazevedo @pousadagaranhuns @hotelmariaeliza @hotelipanema99 @hotelvillage @hotelsescgaranhuns. @hotelrodrigues. Esquecemos de algum? Nos ajude a abrilhantar ainda mais esta página!

42.jpg
43.jpg

‘Série encantos de nossa terra’:“ Há mais de uma década de atuação em Garanhuns, o Espaço Bailarte sob direção da professora Tâmara Mota vem encantando e formando uma geração de bailarinos em nossa região. Buscando democratizar a arte e cumprir com o papel social da dança com a formação dos bailarinos nas diversas dimensões e com uma equipe de profissionais altamente capacitada com cenários simplesmente deslumbrantes, figurino e iluminação impecáveis e rica coreografia, dignos de qualquer palco, o Espaço Bailarte traz sempre no período da ‘Magia do Natal’ seus espetáculos emocionantes que atraem um público que vai muito além dos familiares dos bailarinos e que vale a pena a conferência do turista.” @bailarteespaco #espacobailarte

‘Série encantos de nossa terra’:“ Fundado em 1912, O Colégio Santa Sofia de Garanhuns foi a segunda instituição da Congregação Damas, de origem Belga, fundada no Brasil. O Colégio é um gigante centenário que vem deslumbrando tantas gerações que passaram por suas salas de aula buscando o aprendizado e valores familiares e cristãos. Sua arquitetura ainda bem preservada mostra a preocupação da Instituição com sua história, seja na fachada, seja nos corredores ou na capela seculares, o moderno e o antigo convivem harmoniosamente.” @colegiosantasofia #colegiosantasofia

44.jpg
45.jpg

Estamos encerrando a ‘Série encantos de nossa terra’. Agradecemos a todos que contribuíram com seus registros fotográficos e informações. Nossos objetivos foram simplesmente construir em nós mesmos a consciência do grandioso patrimônio histórico e cultural que nos cerca e nos visitantes um pequeno guia das maravilhas que podem descobrir aqui, sem pretenções acadêmicas, apenas com registros pontuais. Vamos encerrar nossa série com o mais novo marco para o agreste pernambucano, o Centro de Produção Cultural do SESC Garanhuns que compreende o Centro de Convenções, teatro e cinema o que representa um enorme passo para nossa região, estimulando o turismo de negócios com a realização de feiras e congressos e incrementando ainda mais nossa cultura, atraindo shows e espetáculos. A todos o nosso muito obrigado por acompanharem cada página de nossa série! #sescgaranhuns